domingo, 6 de agosto de 2017

Sunday: As bem-aventuranças - parte 2

Olá, queridos leitores, tudo bem? Estamos de volta com mais um Espaço Sunday, fechando as bem-aventuranças citadas no mês de Julho.


Pureza de coração, trabalho pela Paz, serviço na casa de Deus, perseguições e zelo. Tudo isso faz parte das bem-aventuranças citadas por Jesus.


 Nosso coração é o lugar onde encontramos as emoções e desejos do ser humano. Muita gente acredita que parecer santo significa alguma coisa, mas vimos que os fariseus e saduceus demonstravam totalmente o contrário. Aparentemente eram homens de Deus, mas tinham o coração cheio de maldade.

Trabalhar pela paz é uma missão muito nobre, mas não é nem um pouco fácil. Trabalhar pela paz envolve pessoas, relacionamentos, renúncia e muita paciência. Coloque o assunto “coletividade” no meio e perceba o quão difícil é conviver com outras pessoas de diversos pensamentos e criações diferentes da sua. Outra guerra é o tal do "perdão". Perdoar alguém de verdade é deixar para trás tudo de mal que a pessoa fez com você, ou seja, realmente esquecer e não dar bola àquilo que te feriu. Difícil, né? Pois é. Jesus fez isso por todos nós. Quando nos perdoou, juntou todos os nossos pecados, colocou num saco e jogou no “mar do esquecimento”. Mas não quer dizer que tudo está OK, pois vem as batalhas diárias, com novos desafios e várias oportunidades para pecar e/ou ofender nossos irmãos novamente. Bem-vindos a essa caminhada!

 Os desenhos já são conhecidos de vocês de longa data, não é? Mas a abordagem é um pouco diferente. Aqui temos de bônus a perseguição dos demais cristãos. Muitos morreram em arenas, devorados por leões ou mortos por gladiadores, simplesmente porque não negaram a Jesus. Todos os discípulos tiveram uma morte trágica, exceto João, que morreu de velhice.

Servir não é o bastante. É preciso se firme e constante nessa missão! Nessas viagens de Paulo, ocorreu uma situação que ele precisou se separar de João Marcos (justamente quem escreveu o evangelho de Marcos). Lendo a Bíblia, essa passagem (Atos 13.13) acaba passando despercebida, mas lendo aquele mangá Metamorfose, pude ver que João Marcos estava bem imaturo, ainda. Depois de um tempo, notamos uma grande evolução em sua vida.

Finalizando o Espaço Sunday, chegamos a última lição. Não basta servirmos, precisamos servir com ZELO, pois diz a Palavra de Deus que “maldito quem faz a obra do Senhor fraudulosamente” (Jeremias 48.10a). Sigamos o exemplo do apóstolo Paulo.
---

E isso é tudo, pessoal. Espero que tenha servido de inspiração a todos cada uma dessas lições desenhadas. Mês que vem tem mais algumas aleatórias, elaboradas em 2016 e assim passaremos às de 2017, que ainda estão um pouco dispersas, sem periodicidade fixa. Até a próxima!



2 comentários:

  1. Bom ver que está continuando seu trabalho.

    Realmente existem alguns desenhos reaproveitados, mas percebo que nos novos está conseguindo encontrar um estilo que é só seu. Dá para notar isso no último quadro da Lição 11.

    As posições das mãos são algo importante para expressar os sentimentos de cada personagem, mesmo quando o rosto não aparece. É algo que ouvi de vários desenhistas japoneses e que acho que faz bastante sentido. Digo isso pois as mãos que você desenha são muito bem feitas. Não só nas cenas em que o personagem escreve, como também quando ora ou abre os braços para receber.

    Mais uma vez, seu estilo está ficando cada vez mais estável. Dá para ver bem o esforço desprendido.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Super Usys!

      O trabalho não pode parar, nem que a gente às vezes reaproveite os quadrinhos. Tenho aprendido bastante com a turminha desse ano. Do jeito que andam as coisas, é capaz de vir uma página à parte só pra abordar os assuntos da Bíblia!

      Valeu, meu nobre! A gente que faz, às vezes nem percebe. São várias influências, como você já sabe!

      Referências são o segredo! Desenhar mãos é uma tarefa bem difícil, mas com uma ajudinha de fotos a gente consegue desenrolar.

      Mais uma vez, muito obrigado! As crianças tem curtido nosso trabalho e nos incentivado a continuar, juntamente com seu retorno aqui. Até a próxima!

      Excluir