segunda-feira, 11 de fevereiro de 2019

Super Oliver vai à Escola!


Olá, queridos leitores, tudo massa?! Estamos de volta com mais aventuras do nosso querido Super Oliver! Dessa vez, vamos aproveitar para contar um pouco da experiência desse garoto nos seus primeiros dias na vida escolar.

 O que o Spider-Oliver tem a ver com isso?


 Lembram de quando vocês foram à escola pela primeira vez? Ainda bem que o Super Oliver é mais esperto do que eu era!



A fase escolar se inicia bem antes da escolinha propriamente dita. Primeiro, precisamos decidir qual horário será melhor para o garoto, depois a escola e qual tipo de material comprar. É aquela alegria, pois lhe contamos que será uma época bacana, onde ele vai interagir com crianças de sua idade, aprender coisas novas, usar os cadernos novos e até livros para fazer atividades. O garoto enche os olhos com tanta novidade, mal sabendo ele que nem tudo serão flores.



O turno escolhido foi o da manhã, apesar de ele gostar muito de dormir. A escolinha eleita ficava perto de nossa casa, pois nos pareceu ter a melhor infraestrutura e ele começaria um ano adiantado em relação à outra que visitamos. Ao fazer a matrícula, recebemos uma extensa lista de material escolar, com coisas que nunca vimos em nossas vidas. Nessas horas, a família chega junto e dá aquela força com alguns itens como mochila, lancheira, tênis e boa parte daquela lista medonha.

Algumas coisas foram decididas por ele, até onde o nosso bolso nos permitiu, como o tipo de personagem da mochila, estojo para lápis e cadernos. Opa, caderno não! Hehehehe! Dessa vez, papai teve uma ideia e resolveu personalizar cada um deles.

Os cadernos escolhidos foram os monocromáticos, o terror da garotada,
por serem totalmente sem graça e sem adesivos.

 

Enquanto a molecada ganhou cadernos com estampas maneiras dos Vingadores, personagens da Disney, Ben 10 ou sei lá o que, o Super Oliver teve os seus estampados com sua própria face! Ele mesmo escolheu os heróis que pareciam com ele, conforme vocês poderão ver a seguir.



Pegamos um verde, um vermelho e um azul. O Super Oliver e o Spider Oliver foram designados para o azul, Arqueiro Oliver e Hulk Oliver para o verde.




 Foi-nos pedido um Livro-ata para colar as atividades feitas em sala de aula. Como era aquela capa preta sem graça, o Capitão Oliver foi incumbido de estampá-lo! No caderno vermelho, o Flash Oliver e o Tohrliver.



Resultado das capas



 Resultado da parte traseira dos cadernos


Os super-heróis que não apareceram aqui podem ser conferidos As Novas Aventuras do Super Oliver, publicadas aqui.



---

Então, o dia mais esperado chegou: Super Oliver vai à escola. Ele acordou bem animado e saímos de casa todos sorridentes.


 Mochila e lancheira que ganhou dos tios.

A recepção da escola foi bem bacana, com bexigas coloridas na entrada e as professoras bem sorridentes. Uma coleguinha chegou chorando muito, mas isso não o abalou inicialmente. Deixamos ele lá e voltamos para nossa casa. Eu precisei ir trabalhar, então minha esposa ficou de ir buscá-lo. Soubemos que ele se comportou muito bem, almoçou lá e ainda comeu quando chegou em casa. Contou sobre o tempo que passou lá, o nome de uma professora e não sabia o nome de nenhum coleguinha. Após o almoço em casa, nosso pequeno herói dormiu igual a uma pedra, pois tinha dito que estava muito cansado.

Até aí, tudo bem, né? Mas o segundo dia não foi tão legal quanto o primeiro. Super Oliver já estava reclamando de ter que levantar tão cedo. Foi resmungando até a porta da escola e quase não deixou a mãe voltar pra casa. Não se deu bem com o lanche nem com o almoço de lá. Chorou um pouco e não tinha aprendido os nomes dos coleguinhas, ainda. Contou que ouviu mais algumas histórias e que não ia querer a comida da escola. Antes de dormir já estava dizendo que não queria saber da escola, pois não gostava de lá.

Terceiro dia e o Super Oliver já foi mais resmungão que o dia anterior. Não quis deixar a mãe vir embora, então ela precisou usar um truque ninja para deixá-lo por lá. Não quis saber da comida novamente e nesse dia eu fui buscá-lo no final da aula. Ele veio com uma carinha tão triste que me deu uma dó tremenda, mas falei pra ele que aquilo tudo era necessário e entendia que ele estava passando por várias coisas diferentes. Almoçou conosco em casa e disse o nome de alguns colegas. Prometi uma surpresa que ajudaria ele na espera pela mãe: um relógio da Patrulha Canina. Antes de dormir, repetiu que não queria ir pra escola!

No dia seguinte, passou a manhã dizendo as horas para a professora. Aprendeu mais alguns nomes e até sobrenome dos coleguinhas. Eu tinha prometido que iríamos comemorar a primeira semana de aula vencida e teríamos a “Tarde dos Homens”. Trata-se de uma folga que damos à mãe dele, de vez em quando, e saímos para passear e nos divertir.


 Tarde dos homens


Findada a semana, fomos ao shopping para ver a loja de brinquedos, a banca de livros e nos distrair um pouco na casa de games. Foi massa. Rolou até um lanche e depois partimos para a casa dos tios dele.

No dia seguinte, ainda em clima de festa pela vitória da primeira semana, aproveitamos para brincar com coisas novas. Numa viagem que fiz no início do ano, comprei um balde com mais de 120 soldadinhos de plástico!


Inicialmente, este era o meu Exército, mas o
Oliver bateu a cabeça no painel da TV umas duas vezes,
então tivemos de trocar.


Cada um montou um exército nas extremidades da sala de estar e iniciamos uma guerra. Cada um lançava uma bolinha de borracha por vez, até que o último soldado inimigo fosse derrubado.

---

Hoje, nosso pequeno herói resmungou desde a hora em que acordou até a porta da escola, mas voltou animado pra casa. E vocês? Lembram como foi o primeiro dia de aula? Eu quase comi massinha de modelar (Play-Doh), precisei tomar banho na pia do banheiro porque tinha me sujado todo e era muito, mas muito tímido. Vou ficando por aqui e espero o relato de vocês! Até a próxima!

Adelmo Veloso

6 comentários:

  1. Olha o Super Oliver apavorando a era escolar hehehe!
    Imagino como deve ser difícil convencer ele a fazer algo que ele não quer fazer. Ainda bem que ele já encontrou algumas coisas que gostou na escola, já é um bom incentivo para ele querer voltar, ainda mais quando ele ficar bem acostumado e se enturmar bem. Outra coisa que ele deve acabar se acostumando é o horário, talvez no segundo mês ele já esteja acostumado a acordar cedo.

    Cara, que SHOW essa ideia dos cadernos! Além de terem ficado muito legais, ainda são coisas únicas, cadernos que só ele tem, e o mais legal é que é ele ali em cada um! Vai causar altas invejas nos amiguinhos hahahaha!

    Bah, pior que nem tenho como passar nenhum conselho pra ele, já que no meu tempo não tinha jeito de eu gostar da escola hahahahaha!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Super Ronin! Esse garoto é uma onda, velho! Ele é pulso firme nas decisões e bem difícil de mudar a opinião. Tá dando trabalho pra comer com os coleguinhas. Estratégia é o que não falta pra tentar ganhar esse garoto!

      Acredito que amanhã ele deve inaugurar os cadernos. Já disse pra professora que foi o pai dele quem desenhou!

      A escola que me formei para exercer a atual profissão também me fazia chorar quase todos os dias, sem ninguém ver! Hehehehe acho que eu o entendo!

      Excluir
  2. Eis um conjunto de cadernos que faria a inveja dos coleguinhas! Cadernos personalizados que não têm igual no mundo, feitos com carinho de pai para filho! Isso não tem preço!

    Ter que ir à escola é sempre um pesadelo para quem é muito novo. Muitas expectativas e muitas inseguranças em ter que conhecer "o mundo lá fora". Ter que acordar cedo talvez seja a pior das provações. Nessas horas é preciso ser firme. Para que o menino não fique com birra de não querer ir à escola.

    Ao mesmo tempo é bom ter esse tempo para falar com o filho. Para mostrar que está do lado dele. E também para saber como ele está indo em sua nova fase da vida.

    Cuide bem dele. Lhe dê bastante importância.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Super Usys! Pode crer que teve muito carinho nessa obra! Hoje tivemos de enfeitar a pasta que ele carrega o livro, então estampam os o Oliver de Ferro nela!

      Esta semana que passou foi até melhor que a primeira. Ele reclamou um pouco no início, mas já está aprendendo os nomes dos coleguinhas, professoras e funções delas. Sempre agarra a perna da mãe no início, mas quando ela vai buscar, ele fica todo alegrezinho e animado.

      Esse tempo com o filho é sagrado! Agora a tarde dos homens se tornou lei em casa, mas vai depender do comportamento dele, que pode ser num shopping ou até mesmo em casa, fazendo coisas legais.

      Até a próxima!

      Excluir